fbpx
IBOVESPA – OS MELHORES SETORES PARA INVESTIR EM 2021

IBOVESPA – OS MELHORES SETORES PARA INVESTIR EM 2021

#IBOVESPA #MELHORESSETORES #BOLSADEVALORES

Clique no link e baixe GRATUITAMENTE o relatório sobre os melhores setores para investir em 2021:
https://lvnt.app/qynh54

Entre no meu Telegram e tenha acesso a conteúdos exclusivos:
https://t.me/rafaelbevilacqua

Entre no meu instagram e acompanhe resumos diários de mercado:
https://www.instagram.com/rafaelbevilacqua2/

Fala, Pessoal!
Tudo bem?

Entre os setores que mais mostraram crescimento em 2020, temos o setor de tecnologia e e-commerce. Esse crescimento está associado às limitações de mobilidade da população, não só no Brasil, mas pelo mundo.
As pessoas tiveram que mudar seus hábitos de consumo, migrando para uma maneira mais digital de fazer as coisas. Isso impulsionou fortemente o crescimento de empresas atreladas a tecnologia.
Com a chegada da vacina, é provável que as pessoas voltem as ruas, “normalizando”, de certa maneira, os hábitos de consumo.
Falando de China, foram divulgados dados de PIB do ano 2020, apesar de toda a situação crítica por todo o mundo, o asiático foi o único a demonstrar crescimento. O PIB cresceu 6,5% em comparação a 2019. Mas quando olhamos para os dados de varejo, no acumulado do ano de 2020 houve retração de 4,8% apesar de demonstrar crescimento em dezembro no comparativo mês a mês.
O que impulsionou o crescimento chinês foi o forte investimento do governo em infraestrutura. Isso fica muito claro quando olhamos para a cotação do minério de ferro, que saiu dos US$90 para os US$160 quase que num pulo.
O Brasil é um grande exportador de commodities, tendo a China como um dos principais compradores.
O governo chinês já se pronunciou dizendo que seguirá com os investimentos e não deixará a economia afundar.
Isso nos traz a atenção para o setor de commodities na bolsa, em especial para mineração e siderurgia, que vem mostrando crescimento constante desde meados de 2020.
Ainda sobre commodities, outro setor que eu gosto bastante, e inclusive eu mantenho uma recomendação aberta de investimento, é o petróleo e gás. As ações da Petro PETR4, por exemplo, ficaram para trás na recuperação, mesmo com a cotação do petróleo em patamares quase pré pandemia. A empresa tem apresentado grandes melhorias na gestão, redução de endividamento, forte geração de caixa e com foco no que tem de fato expertise, que é a extração de petróleo.
Não podemos esquecer do setor de papel e celulose, que também mostrou desempenho e forte crescimento, com China novamente impulsionando os preços da celulose.
Vale destacar que quando falamos de commodities, existem outros setores que também são impactados positivamente.
Saindo do setor de commodities para o setor financeiro bancário, notamos também uma recuperação das ações.
As ações dos bancos foram fortemente impactadas com as incertezas e inseguranças trazidas pela pandemia, além das provisões gigantes reduzindo os lucros expressivamente.
E mesmo com a recente recuperação, iniciada com o movimento de rotação de carteira, quando os investidores realizaram seus lucros nas ações de crescimento e migraram para as ações de value, ainda acredito que o setor esteja descontado, pautado numa série de fatores, principalmente macro econômicos.
E o último setor que eu gostaria de chamar a atenção é o setor de saúde. O setor vem crescendo há alguns anos, devido a mudança na média de vida da população. É um setor pulverizado com grande potencial de upside. As gigantes do setor ainda tem uma fatia de mercado baixa, com possibilidade de crescer através de aquisições. Além do fato de estarmos vivendo uma crise sanitária, o que faz com que uma boa parte da população mantenha os planos de saúde na lista de itens essenciais.
No vídeo eu mostrei dados dos setores citados juntamente com gráficos das principais ações que compõem tais setores.
Quer saber mais sobre esses setores?
Confira o vídeo!
Abraço

Fechar Menu